5 Dicas infalíveis para Transformar a Dor da Separação em algo Positivo! - Lisandra Zanuto

5 Dicas infalíveis para Transformar a Dor da Separação em algo Positivo!

5 Dicas infalíveis para Transformar a Dor da Separação em algo Positivo!

Por Lisandra Zanuto

A dor parece não ter fim. Parece que tudo que você faz para melhorar acaba se sentindo ainda pior. Parece que todas as pessoas do mundo conseguem se dar bem na vida e você não.

Escute aqui menina. Você precisa entender que quem manda na sua vida e nos seus pensamentos é você mesmo e se você continuar pensando em coisas negativas, aí sim nada vai mudar.

Sabia que você pode transformar a dor dessa separação em algo positivo, em um aprendizado? Isso mesmo, aí sim você vai se tornar uma mulher mais forte, mais preparada para a vida e pronta para amar de novo.

Neste artigo vou te explicar o que você precisa saber para transformar essa separação em algo positivo na sua vida. Toda essa dor da separação, os traumas da perda em algo positivo que te faça ser uma pessoa melhor. Estamos falando aqui em separação, mas essas dicas chaves você poderá usar para qualquer coisa na sua vida que está te fazendo sofrer e que você não consiga superar e é difícil de lidar.

Então vamos às dicas para você transformar a dor da separação em algo positivo para a sua vida.

1ª Dica – Aceitar o que aconteceu

A primeira coisa que você precisa entender é que aceitar o que te aconteceu não é você concordar com o que ele fez ou deixou de fazer. Aceitar o que aconteceu é simplesmente você parar de resistir a realidade, resistir às coisas como elas estão agora. É ter consciência e entendimento que já foi e não tem mais nada que possa ser feito agora em relação a isso.

Enquanto você não aceita uma coisa que já te aconteceu, você não consegue nem passar para a cura, você ainda está um passo antes. Isso só faz tu enfraquecer.

Vai adiantar alguma coisa você dizer que não aceita? O que muda?

Entre os e-mails que recebo toda semana eu percebo que a maior dificuldade que as pessoas têm, é aceitar o que aconteceu com elas. Se não aceitarmos a nossa realidade, estamos alimentando cada vez mais essas histórias.

O pré-requisito para que você consiga fazer a sua cura emocional é a aceitação, não tem jeito. Claro que as coisas não aconteceram da forma que gostaríamos, mas aconteceu e a partir disso é que você precisa partir para uma nova vida, para recomeçar a se ressignificar.

Enquanto você não aceitar, é melhor você nem começar essa jornada de curar suas feridas emocionais, de conhecer outros padrões de comportamento, de olhar para o que foi e aprender, crescer e se desenvolver. Só depois que você aceitar você vai conseguir passar para uma nova etapa da tua vida. Se você não aceita, você acaba ficando presa ainda mais com essa história toda do teu passado.

2ª dica – Deixar de ser vítima

É incrível como as pessoas gostam de alimentar o seu vitimismo e reconhecer isso é quase impossível. As pessoas adoram contar histórias para elas mesmas sentirem pena delas mesmas. E, sem perceber, às vezes vira uma competição, parede que quem sofre mais, tem mais mérito na vida.

Tem uma frase de uma escritora que diz o seguinte: “A realidade é muito mais justa do que as histórias que contamos sobre ela”.

Na maioria das vezes a realidade é muito mais simples e generosa do que as histórias que contamos e criamos sobre ela.

Mas não podemos esquecer que a gente cocria a nossa realidade o tempo inteiro. Nós somos 100% responsáveis pelo que pensamos, pelo que sentimos, pelo que falamos e pelas nossas atitudes. A nossa a vida é só um reflexo disso e o que a vida vai te devolver nada mais é do que o espelho do que você coloca no mundo.

A partir de hoje você se torne a protagonista da história da tua vida, não mais a vítima. A vítima ela está sempre em uma atitude passiva, ela está sempre reagindo ao que acontece, está sempre justificando o que a vida faz com ela, porque ela acha que a vida faz com ela não ela que faz com a vida.

Quando você vira protagonista, você passa a ser ativa na sua vida, você sabe que você cocria sua realidade o tempo inteiro, que você é a responsável pela tua felicidade ou pela tua infelicidade, que isso está nas suas mãos e não nas mãos de ninguém.

3ª dica – Ter consciência de que co-criamos a nossa realidade o tempo inteiro

Já falamos um pouco sobre cocriar na dica anterior, mas agora quero reforçar, pois é um detalhe bem importante para conseguirmos transformar a nossa separação em algo positivo.

Você já ouviu falar da profecia auto-realizável? É aquele momento que a gente fala para a gente mesmo que as coisas não vão dar certo. Ou você mesmo faz as coisas darem errado para depois se olhar no espelho e falar: “eu sabia que não ia dar certo, para mim as coisas nunca dão certo”, isso é a profecia auto-realizável. É ter a certeza de que as coisas não dão certo para você, é fazer as coisas darem erradas só para provar para você mesmo que você estava certa.

Nós somos 100% responsáveis pela nossa felicidade e pelo o que está acontecendo na nossa vida. Você é responsável pela forma de como você vai reagir e lidar diante das situações que acontecem na sua vida.

Quando acaba seu relacionamento e você está sofrendo porque não era o que você queria, você pode escolher entre ficar ressentida, magoada e desacreditada do amor, não é mesmo?

Passa até a achar que todos os homens são iguais ou você pode olhar para o que aconteceu e querer aprender com a situação para que isso não se repita novamente. Você precisa querer que toda essa dor te transforme em uma pessoa melhor.

Você vai começar a olhar para as situações com uma nova perspectiva, que as coisas que aconteceram foram para você evoluir e se desenvolver mais. Pare de delegar a sua felicidade a terceiros.

4ª dica – Oportunidade de escolher fazer diferente todos os dias

Todos os dias pela manhã quando você acorda você tem a chance de escolher fazer diferente, escolher recomeçar, fazer de novo ou tentar mais uma vez.

Claro que tem dias que você acorda e não tem vontade de sair da cama, ou que a sua vida está tão sem graça que você não tem nem vontade de se encarar no espelho.

Nesses dias você precisa pensar não no quanto sua vida está ruim e sim que você está tendo mais uma oportunidade de acordar e fazer diferente e cocriar a realidade desse novo dia totalmente diferente do que foi o dia anterior.

Use esse milagre da escolha que acontece todos os dias na sua vida à seu favor e não contra você. Pare de fazer o que te faz mal e faça o que te faz bem.

5ª dica – Você não precisa passar por isso sozinha

A separação é uma situação que você nunca viveu, portanto, a dor que você está sentindo é nova, que você nunca sentiu. Nunca ninguém nos ensinou a lidar com a rejeição, por isso que é tão difícil superar essa dor.

Quando sentimos dores físicas procuramos um médico, mas quando temos dores sentimentais, quando o nosso coração está dilacerado, achamos que o tempo pode curar sozinho. Daí você segue a vida sofrendo, achando que é normal sofrer por amor e passar o resto da vida deprimida.

Você não precisa passar por isso sozinha, você pode e deve pedir ajuda para curar suas feridas emocionais. Você pode buscar várias alternativas como um psicólogo, psiquiatra, terapias alternativas, autoajuda, o “Programa SOS DIVÓRCIO”, que foi criado especialmente para isso, clique aqui (link do programa) e saiba mais.

Na verdade, não interessa qual a ajuda que você vai buscar, o que importa é que você entenda que não é normal você ficar sofrendo durante todo o tempo e achar que uma terminar um relacionamento é o mesmo que acabar a sua vida e que você nunca mais vai ser feliz com outra pessoa.

É natural que você sofra, mas não é normal que você carregue isso para a vida toda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para Qual e-mail Devo enviar o link para a série de 03 vídeos gratuitos?

Seus dados estão 100% seguros