11 dicas que toda MÃE SOLTEIRA precisa saber! - Lisandra Zanuto

11 dicas que toda MÃE SOLTEIRA precisa saber!

11 dicas que toda MÃE SOLTEIRA precisa saber!

Por Lisandra Zanuto

Sou mãe solteira sim, com orgulho e amor pelos meus filhos!

No momento de uma separação todo mundo, de uma forma ou de outra, acaba sofrendo, inclusive as crianças que muitas vezes não entendem muito bem o que está acontecendo.

Leia também: 

10 dicas infalíveis para seus filhos não sofrerem na separação!

Divórcio: #8 Dicas pra deixar seus filhos fora disso

Normalmente, depois da separação, é o pai que sai de casa e acaba perdendo a convivência diária com os filhos. Segundo pesquisas realizadas no Brasil, o pai separado está assumindo cada vez mais a criação dos filhos.

De acordo com o IBGE, em 1,8% dos casos de separação é o pai que fica com os filhos, isso quer dizer que mais de 80% dos casos ainda são as mães que assumem as responsabilidades de criar os filhos sozinhas.

As leis sobre a guarda dos filhos está sempre sofrendo modificações. Em 2014 foi sancionada a lei que estabelece a regra da guarda compartilhada, mesmo não havendo acordo entre as partes. O principal objetivo da lei é garantir um equilíbrio maior entre responsabilidade e convivência, para tentar diminuir os casos de alienação parental. O que ainda acontece é que, em muitos casos, o pai abre mão da guarda e a criança acaba ficando somente com a mãe.

Depois da separação, essa mulher passa da condição de mãe para a de mãe solteira. Isso mesmo, mães divorciadas que ficam com a guarda de seus filhos também são consideradas mães solteiras.

Resolvi escrever este artigo porque eu sei como é difícil essa fase. Nos sentimos derrotadas, fracassadas, achando que todas as mulheres casadas e com seus filhos são melhores que você, porque souberam manter a sua família. Sabe porque nos sentimos assim?

Simplesmente porque aprendemos que o certo é casar e viver feliz para sempre. Nunca ninguém nos ensinou que um dia poderíamos estar vivendo uma situação como essa e que é bem mais normal do que pensamos que fosse.

Neste artigo vamos falar do caso em que as crianças ficam com a mãe. Para te ajudar a enfrentar essa fase e aproveitar o que ela tem de melhor, vou listar 11 dicas que irão te ajudar.

1 – Você vai precisar ser mais rígida

Todas as mães solteiras precisam obrigatoriamente ser mais rígidas. Quando moramos com o pai do nosso filho, na maioria das vezes, dividimos com ele a árdua tarefa da criação dos filhos. Cada um aplica um pouco da sua personalidade nesta criação, uns acabam sendo mais bonzinhos e o outro, inconscientemente, acaba sendo mais rígido.

No caso da mãe solteira, você vai precisar ser boazinha e brava ao mesmo tempo. As mães que tem um perfil mais calmo, acabam se tornando mais firmes e menos tolerante depois da separação, pois a educação dos filhos estão 100% nas suas mãos.

2 – Estar bem consigo mesmo

Para lidar melhor com essa situação é importante que você esteja de bem com a sua própria história. Esteja resolvida e curada emocionalmente. Claro que você vai passar por momentos difíceis e de angústia algumas vezes, mas se você tem certeza que fez a coisa certa, vai conseguir dar a volta por cima e até responder algumas questões delicadas quando seu filho vier perguntar sobre a separação.

3 – Vai diminuir o seu tempo

Banhos demorados, dormidinhas depois do almoço e assistir um filme de uma só vez já era difícil antes, imagina agora que você é sozinha com os seus filhos? Mas não deixe de aproveitar cada momento com os seus filhos, pois eles são preciosos. Eles vão crescer e você terá muito tempo para fazer outras coisas. Paciência, persistência e muito amor são os segredos para dar conta do recado.

4 – Sentir pena e culpa

Já vou te dizendo que isso é normal e com certeza se você não sentiu ainda, vai sentir muita pena do seu filho e muita culpa por ter tirado ele do convívio do pai. Mas mesmo sendo normal, não é certo você ter esses sentimentos.

Eu achava que eu era a pior pessoa do mundo por ter tirado o meu filho do convívio do pai dele, porque no meu caso nós mudamos de país e eles realmente ficariam muito longe um do outro. A sua obrigação é ensinar para o seu filho que ele vai ter que aprender a lidar com a nova situação familiar. Que o pai dele vai continuar sendo pai dele para sempre.

O importante é você não ver o seu filho como coitadinho, porque ele não é, ele tem ao seu lado uma super mãe.

5 – Sentir falta quando ele estiver com o pai

Nas primeiras vezes você vai sentir mais, mas aos poucos você irá se acostumando com a situação, pois sabe que é importante para o seu filho esse convívio. Mesmo estando muito cansada por todo trabalho dobrado que você está tendo, o vazio que você vai sentir vai ser imenso.

Uma boa dica para esse momento, é evitar ficar ligando o tempo todo e deixar que eles resolvam os problemas que surgirem quando estiverem juntos. O ideal é deixar claro que o pai pode ligar para você sempre que precisar.

6 – Não anule a sua vida

Não é porque você é mãe solteira que você não tem mais vida, você não pode ser seu último plano, tem que cuidar da sua vida. Aproveite quando seu filho estiver na casa do pai, para sair, conhecer pessoas novas ou apenas ler um livro e fazer aquilo que você gosta. Não viva só em função do seu filho, você precisa cuidar da sua saúde o do seu bem-estar para poder cuidar do seu filho cada vez mais.

7 – Não dê a ele o papel de homem da casa

Cuide para não colocar toda a responsabilidade de uma casa em seu filho mais velho. Claro que você está certa em criar os filhos para ser independentes, mas ele não precisa ser tratado com o pai.

Se você precisa trabalhar, delegue funções e divida as responsabilidades, mas nunca esqueça que ele não tem essa obrigação, ele é o filho e não o pai.

8 – Não ache que você nunca vai encontrar alguém

O mais importante é você se amar e aprender a viver sozinha, ter uma autoconfiança positiva. Não pense que porque você é separada e tem filhos que ninguém mais vai te querer, porque vai sim.

Você precisa estar curada das suas feridas emocionais e estar aberta para amar novamente. O mundo é muito grande para achar que o amor da sua vida é só um e que nunca mais terá outro. Não tenha vergonha de não ser casada, assuma o que aconteceu com você de cabeça erguida.

Acima de tudo, não deixe de priorizar seus filhos, isso te fortalecerá ainda mais e irá transmitir para todas as pessoas a mulher forte e segura que você é, mesmo sendo mãe solteira.

9 – Ignore julgamentos e críticas

Não adianta, independente se você é uma mãe casada ou solteira as pessoas irão falar. As pessoas adoram falar e vão falar sempre, o que você precisa fazer é não dar ouvidos para pessoas maldosas e preconceituosas, que com certeza não é nada mais que você e também não viveu e sobreviveu a dor que você sentiu.

Nunca esqueça: mãe é mãe independentemente do seu estado civil.

10 – Organize a sua situação financeira

Depois que nós separamos várias coisas mudam na nossa vida e a situação financeira é uma delas. Você precisa se organizar, ainda mais que agora é só você em casa e tem seus filhos para sustentar. É obrigação dos pais ajudarem financeiramente mesmo depois que tenha saído de casa, mas nem sempre é assim que acontece.

Muitas mães solteiras precisam entrar na justiça para reaver os direitos dos seus filhos diante da pensão alimentícia. Faça planilhas e gaste apenas o que você tem para gastar, se você fizer isso estará poupando seus filhos, e você mesma, de uma grande preocupação futura.

11 – Você é sim uma heroína

As mães solteiras merecem todo o respeito e aplausos do mundo. Ser mãe solteira não é para qualquer mulher, precisa ser muito valente para não se submeter a crenças limitantes impostas pela sociedade para buscar a sua felicidade e de seus filhos. Não tenha vergonha de ser mãe solteira, tenha orgulho de cuidar dos seus filhos mesmo que você tenha se separado.

Você não tem como mudar o que aconteceu com a sua vida, porque já aconteceu, mas você tem total domínio sobre a vida que você vai ter a partir da separação. E a vida e a felicidade dos seus filhos, nessa fase, está em suas mãos. Tenho certeza que eles terão orgulho da mãe que cuidou, ensinou e criou eles sozinha.

Leia também:

9 Dicas do que não fazer depois de um Divórcio

Como curar o coração após uma separação? Com dica de ouro: contato zero! 

Se você ainda está insatisfeita com o rumo que a sua vida tomou após a separação ou sente falta de algo que possa organizar seus sentimentos, colocando-os em seus devidos lugares, algo que possa te ajudar de maneira prática a resolução dos mais diversos conflitos provocados pelo divórcio.

Em quatro semanas de Manual de Sobrevivência Pós Separação – SOS Divórcio,  posso garantir que você estará preparada para avaliar, organizar e recomeçar tudo novamente. Ser a mulher confiante, a heroína, que você precisar ser. 

Com amor,

Lisandra Zanuto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para Qual e-mail Devo enviar o link para a série de 03 vídeos gratuitos?

Seus dados estão 100% seguros