Mitos sobre o perdão: será que você acredita em algum?

Mitos sobre o perdão: será que você acredita em algum?

Mitos sobre o perdão: será que você acredita em algum?

Você sente dificuldade em falar ou pensar sobre o perdão? Saiba que isso é muito comum e pode acontecer por um motivo simples: mitos que te impedem de se libertar do passado. 

Para você ter ideia, esses mitos são tão presentes em nossas vidas que não nos damos conta de que eles existem e de como afetam o nosso emocional. 

E, neste artigo, eu vou compartilhar com você as 5 principais crenças sobre o perdão que estão te impedindo de seguir em frente. 

Leia também:
>> O que te impede de recomeçar?
>> Como superar o fim de um relacionamento sem ficar presa ao seu ex

É hora de ficar atenta aos 5 principais mitos sobre o perdão

Em primeiro lugar, quero ser honesta com você. Perdoar nem sempre é fácil. Afinal, após um divórcio ou uma grande decepção, ficamos inundadas de sentimentos tóxicos, como raiva, ressentimento, culpa ou tristeza, além das crenças sobre o perdão, é claro.

O que acontece é que tudo isso vai te envenenando pouco a pouco e impedindo que você consiga se libertar do que está te fazendo mal. 

Mas a boa notícia é que é possível se libertar desses mitos e deixar a vida mais leve. Como fazer isso? Tendo consciência de que são eles que impedem você de seguir em frente.

E é isso que eu vou te mostrar a partir de agora!

1. Os sentimentos ruins se transformam em coisas boas

O primeiro mito sobre o perdão que te impede de se libertar do passado é a ideia de que os sentimentos negativos se transformam em algo positivo.

Tenho que ser honesta com você. Essa crença só traz frustração e culpa. Afinal, perdoar não tem nada a ver com transformar decepção em alegria. Seria muito mais fácil se fosse assim, mas não é.

Ao pensar sobre o perdão, tenha em mente que você se liberta de emoções tóxicas, mas não muda a forma como enxerga a outra pessoa

Ou seja, você continua decepcionada. No entanto, se libertaE o perdão é muito mais sobre você do que sobre os outros.

2. Se eu perdoo, o que eu achava sobre o outro estava errado

O segundo mito que existe sobre o perdão e que impede as pessoas de seguirem em frente é que, ao perdoar, tudo o que você achava sobre a outra pessoa estava errado.

Bem, isso não é verdade e só causa confusão no seu emocional.

Antes de qualquer coisa, lembre-se que o perdão é mais sobre você e a sua reconciliação interna do que sobre a pessoa que te machucou.

Além disso, entenda que o perdão não funciona como um recomeço. O que você achava sobre a outra pessoa era, sim, genuíno e vai continuar existindo.

Não é porque você se propõe a perdoar que estava errada sobre o outro o tempo todo.  O que a outra pessoa te fez não vai embora em um piscar de olhos.

3. O perdão acontece de uma hora para a outra

O terceiro mito sobre o perdão é pensar que ele acontece de uma hora para a outra. Infelizmente, tenho que te dizer que nem sempre é assim.

Entenda que perdoar é um processo que leva tempo. E esse tempo varia de pessoa para pessoa. Afinal, somente você sabe qual é a dor que está sentindo neste momento.

Na verdade, o perdão acontece em doses homeopáticas: à medida que você vai aprendendo a lidar com os sentimentos tóxicos, eles vão sendo guardados em uma caixinha dentro da sua mente e do seu coração.

Por isso, o meu conselho é o seguinte: tenha calma para lidar com esse turbilhão de sentimentos. Respeite o seu momento. Afinal, perdoar não é uma competição.

4. Para perdoar, eu preciso receber algo em troca

O quarto mito sobre o perdão é algo que que eu ouço de muitas seguidoras nas redes sociais. “Se eu perdoar alguém, o que eu vou receber em troca?”

E isso acontece porque o ser humano tem a tendência de sempre criar expectativas e esperar algo em troca em todas as situações, ainda mais quando o assunto é perdão.

É como se fosse uma troca de favores: “eu te perdoo, mas só se você se redimir e falar que eu estava certa o tempo todo”.

Infelizmente, não é assim que a vida funciona. Você não pode passar o tempo todo esperando pela ação do outro. Aliás, pode ser que a outra pessoa nem esteja pensando nisso e já tenha seguido em frente. 

Então, se você quer se libertar do passado, é hora de agir. Pense sobre o perdão pelos motivos certos, sem esperar nada em troca. Faça por você mesma. 

Aliás, tem um estudo publicado no Journal of Health Psychology que mostra que perdoar, de forma genuína, ajuda a diminuir o estresse e a melhorar o seu bem-estar. Ótimo motivo para colocar o perdão em prática na vida, não é mesmo?

5. Perdoar é esquecer os erros do outro

Se você acha que perdoar significa esquecer os erros do outro, saiba que está presa no quinto mito deste artigo. Então, é hora de se libertar.

Achar que o perdão é um ato milagroso e que nos ajuda a esquecer os erros e as mágoas do passado é um grande problema. Sinto te dizer isso.

Afinal, quando você pensa dessa forma, esquece que o seu “eu” de hoje é a soma de todas as experiências pelas quais você passou ao longo da vida. 

Ou seja, não temos como esquecer o passado sem apagar quem nós somos hoje. É algo parecido com o que acontece na história do filme “Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças”.

Então, entenda que, mesmo que o perdão exista, você vai continuar marcada pela experiência que aconteceu. 

O que acontece é que perdoar te ajuda a tirar todos os sentimentos tóxicos da superfície, permitindo que você consiga seguir em frente para ser feliz de novo.

Se você se identificou com alguma das crenças sobre o perdão deste artigo, quero te convidar para conhecer o grupo terapêutico Las Lobas. Nele, eu guio mulheres a retomarem o poder pessoal e a se libertarem de uma vez por todas do passado. Clique aqui para saber mais.

Os comentários estão desativados.

Para Qual e-mail Devo enviar o link para a série de 03 vídeos gratuitos?

Seus dados estão 100% seguros