Dor da separação: por que é impossível fugir dela?

Dor da separação: por que é impossível fugir dela?

Dor da separação: por que é impossível fugir dela?

Por mais que você tente fugir da dor da separação, saiba que vai precisar enfrentá-la em algum momento da sua vida. Afinal de contas, lidar com o luto do término do relacionamento é a melhor maneira de se libertar do passado e conseguir ser feliz novamente.

E eu sei que enfrentar a dor não é fácil. Às vezes, são muitas as feridas emocionais que estão abertas. Mas é impossível fugir desse momento de reflexão e autoconhecimento.

Por quê? Bem, por um simples motivo: se não lidamos com as nossas dores emocionais, vamos carregar padrões de comportamento e sofrimento para outros relacionamentos e outras áreas da nossa vida.

Por isso, continue a leitura deste artigo, Eu vou te mostrar por que é tão necessário enfrentar a dor da separação de uma vez por todas.

Leia também:
>> Como superar o fim de um relacionamento sem ficar presa ao seu ex
>> Separação É Ferida Que Dói E Se Sente!
 

4 consequências de não lidar com a dor da separação

Em primeiro lugar, quero ser honesta com você. Separação nunca é um momento fácil. Eu sei bem disso. Parece que o mundo vai desabar sobre a nossa cabeça e que não seremos felizes novamente.

Então, se você está se sentindo assim, saiba que não está sozinha. Aliás, conforme um estudo da Universidade de Binghamton, nos Estados Unidos, a dor da separação afeta mais as mulheres do que os homens, e ela se apresenta de forma física e emocional.

Por isso, é completamente normal sofrer após um término. O problema acontece quando você varre a dor para debaixo do tapete e acha que dá para seguir a vida normalmente. Sinto te dizer isso, mas você só se ilude e traz frustração para a sua vida agindo dessa forma. 

E, a partir de agora, eu vou te mostrar os 4 principais motivos por que isso não funciona e só te faz sofrer ainda mais. Vamos lá?
 

1. Você continua repetindo padrões

Uma das consequências negativas de não lidar com a dor da separação é que você continua repetindo padrões de comportamento em novos relacionamentos e na sua vida.

Isso acontece porque você não reservou um tempo para curar as suas feridas emocionais de forma apropriada. Assim, vai continuar buscando a felicidade em outras pessoas ou projetando sonhos e expectativas no outro.

Além disso, varrer o sofrimento do divórcio para debaixo do tapete só vai fazer você achar que está bem para iniciar novas relações. 

Mas, na verdade, você apenas está mascarando a dor e tentando preencher o seu emocional com uma felicidade que não é genuína.

Então, entenda que, para ser feliz novamente de forma plena, é impossível fugir da dor do rompimento. Ou seja, é necessário lidar com os seus sentimentos, curar as feridas e, acima de tudo, se libertar das amarras do passado.
 

2. Você acha que dá para guardar o sofrimento em uma caixinha

Outro problema de não enfrentar a dor da separação é que você cria uma fantasia de que é possível guardar o sofrimento em uma caixinha, como se fosse uma roupa que você não usa mais.

Sinto te dizer que não funciona assim. Afinal, as experiências que vivemos nos acompanham para o resto da vida. Quem você é hoje é o resultado de todos os momentos que já foram vividos.

Então, saiba que não dá para guardar a dor em uma caixa. Em algum momento, as feridas emocionais vão reaparecer na sua vida. E, quanto antes você lidar com elas, melhor para o seu emocional e para o seu futuro.

Além disso, saiba que negligenciar o sofrimento de uma separação acaba impactando diversos aspectos da sua vida, inclusive fazendo você achar que não é mais merecedora de amor ou felicidade.
 

3. Você fica presa ao passado

O terceiro malefício de não lidar com a dor da separação é ficar completamente presa à história do passado. E isso acontece porque você não se permitiu curar as feridas emocionais, além de não conseguir se libertar do ex.

Aliás, isso é muito mais comum do que você imagina. Muitas mentorandas minhas acabam me procurando porque não conseguem seguir em frente nem deixar a mágoa da separação para trás.

Afinal, quando a gente não reflete sobre o passado nem cura as feridas emocionais, nosso coração fica preso aos seguintes sentimentos: culpa, arrependimento e raiva.

E, além de tudo isso, ainda existem aqueles pensamentos na nossa mente: “e se eu não tivesse me separado?”, “e se a gente fosse feliz hoje?”, entre outros.

Por isso, a melhor maneira de você se libertar da dor, seguir em frente e se permitir ficar aberta às novas possibilidade é lidar com o sofrimento, mas de forma genuína e apropriada.
 

4. Você procura experiências que minimizam a dor

Outro perigo de deixar a dor da separação de lado é tentar preencher a vida com experiências que retardam ou minimizam a sensação de sofrimento. E isso é algo tão sutil que nem sempre percebemos, sabia? E eu vou te explicar o porquê.

Após uma separação, as pessoas lidam com o luto de diferentes maneiras. Uma delas é procurar experiências que tragam prazer momentâneo, com o objetivo de não dar voz àquela dor do término.

Então, pode ser que você comece a comprar mais, a beber, a comer em excesso, a entrar em relações abusivas ou, até mesmo, a procurar o prazer na relação sexual. 

O problema é que, em muitos casos, essas atitudes acabam trazendo consequências sérias para a sua vida, para o seu emocional e para as pessoas que se preocupam com você, como os seus filhos ou familiares.

Então, se você realmente quer curar a dor da separação de uma vez por todas, não fuja dela. O que eu te aconselho é acolher o seu sofrimento, respeitar o seu tempo e não ignorar o luto do divórcio.

E saiba que eu posso te ajudar a deixar esse momento mais leve com o meu livro digital “Supere a Sua Separação e Volte a Ser Feliz no Amor”. Clique aqui e dê o primeiro passo para seguir em frente com a sua vida.

Os comentários estão desativados.

Para Qual e-mail Devo enviar o link para a série de 03 vídeos gratuitos?

Seus dados estão 100% seguros