Como recuperar a autoestima após a separação? 5 dicas

 Como recuperar a autoestima após a separação? 5 dicas

 Como recuperar a autoestima após a separação? 5 dicas

Recuperar a autoestima e recomeçar a vida depois da separação podem ser coisas muito difíceis de fazer. Afinal, talvez você esteja magoada e se sentindo sem valor. Mas saiba que é possível, sim, sair desse lugar de tristeza e ser feliz novamente. 

Como eu sei disso? Eu já estive no seu lugar e não enxergava a luz no fim do túnel. Mas estou aqui para te dizer que há como recuperar a autoestima e se reconciliar com o seu coração. Neste artigo, vou te mostrar como dar esse primeiro passo.

Leia também:
>> Como seguir em frente depois da separação se o ex não te deixa viver?
>> Dor da separação: por que é impossível fugir dela? 

Por que é tão difícil recuperar a autoestima depois da separação?

Vou confessar uma coisa para você: separação nunca é fácil, mesmo que você seja a mulher mais forte do mundo. Afinal, são anos de sonhos e de planos juntos, sem falar na entrega emocional.

Mas não adianta. É como eu digo para minhas mentorandas: tem gente que vai se separando até o dia que se separa. E há quem se separa, mas só depois vai se separando.

O fator comum em todas as situações é que ficamos cheias de feridas emocionais: raiva, mágoa, medo de ficar sozinha e de nunca mais encontrar a felicidade.

Tudo isso, pouco a pouco, vai apagando a luz da sua autoestima. Por consequência, o resultado é que você não consegue mais acreditar em si mesma.

Afinal, se a autoestima já é um ponto fraco das mulheres em uma situação normal, como mostra um estudo realizado pela Kantar, imagine no sofrimento de uma separação.

Mas não adianta você ficar se lamentando e nutrindo sentimentos ruins. Por quê? Porque só você é a responsável por se reconstruir e recuperar a autoestima.

E, por mais que você acredite que seja difícil se reerguer nesta fase, eu vou te mostrar como é possível dar a volta por cima e resgatar a sua autoconfiança.

Quer recuperar a autoestima? Siga essas 5 dicas

Quando passamos pela separação, o nosso emocional fica muito ferido. Inclusive, é comum achar que você é a única mulher do mundo que se sente dessa forma.

Se você pensa assim, saiba que está enganada. Nos meus cursos e lives, sempre que o assunto é divórcio, os problemas de autoestima baixa ganham muito destaque.

Aliás, eu ouso dizer que o fim de um relacionamento amoroso seja o momento mais devastante para a confiança de uma pessoa. Mas a luz no fim do túnel felizmente existe. E eu vou te mostrar como encontrá-la colocando em prática 5 dicas.

1. Tenha vontade de mudar 

O primeiro passo para recuperar a autoestima depois da separação é a decisão mais importante que você precisa tomar: ter vontade de mudar. 

Não adianta eu compartilhar as dicas que levo para as minhas mentorandas se você não tiver a vontade genuína de dar um passo adiante e sair desse ciclo de sofrimento, entende?

Quando você toma a decisão de mudar e de resgatar a sua identidade, todas as áreas da sua vida são impactadas: o trabalho, as amizades, a relação com familiares e filhos etc.

Mas, para mudar, tenha em mente 2 coisas:

  • É preciso estar muito claro o que você quer mudar nessa situação de sofrimento.
  • E é fundamental compreender que só você tem a capacidade de mudar essa situação.

2. Mude a maneira que você se enxerga

Quero propor um exercício rápido para você entender esta dica. Pare por alguns segundos e enumere 3 qualidades suas. Seja honesta com você mesma.

Eu aposto que esse exercício, no atual momento da sua vida, vai ser desafiador e te tirar da zona de conforto.

Afinal, quando passamos pela separação, é difícil encontrar coisas boas sobre nós mesmas. Mas, se você deseja resgatar a sua vida, é preciso dar esse passo em busca de um novo olhar sobre si mesma.

Por isso, quero que você faça a seguinte atividade todos os dias: olhe-se no espelho e tente enxergar aquilo que você tem de melhor, mesmo que a sua mente dificulte o processo. 

3. Diga coisas positivas sobre você mesma

A terceira dica é uma continuação sobre a importância de você mudar a forma que se enxerga na vida. Afinal, para recuperar a autoestima e a felicidade, é importante que você comece a relembrar o quanto é uma pessoa incrível.

Dessa forma, sempre que um pensamento ruim ou uma crítica aparecer em sua mente, respire fundo e diga palavras positivas sobre si mesma em voz alta.

Além disso, todos os dias cultive o seguinte hábito: escreva 3 coisas que fizeram você se sentir feliz, orgulhosa e amada durante o dia.

Podem ser coisas simples, como concluir tarefas do trabalho, ajudar o seu filho com a lição de casa ou, até mesmo, ler 10 páginas daquele livro que estava parado há tempos na estante.

4. Reexamine a sua relação com os outros

Você sabia que muito da imagem que temos de nós mesmas tem a ver com o que os outros pensam de nós? Aliás, um estudo recente mostrou que pessoas com a autoestima baixa acabam, indiretamente, tendo relacionamentos muito tóxicos.

Por isso, reflita sobre as suas amizades e avalie se elas estão te ajudando a seguir em frente ou te prejudicando a recuperar a autoestima nesse período tão delicado da vida.

Se você notar que algumas relações só estão sendo tóxicas, não tenha medo ou vergonha de se afastar. Afinal, cuidar do seu emocional também envolve impor limites.

5. Livre-se de pensamentos negativos

De acordo com um estudo canadense publicado em 2020, nós temos mais de 6 mil pensamentos diferentes por dia. É muita coisa, não é mesmo?

E esses pensamentos afetam diretamente a forma como enxergamos o mundo e nos posicionamos em diferentes áreas da nossa vida.

Por isso, se você quer recuperar a autoestima depois da separação, é importante se livrar dos pensamentos negativos. Afinal, imagine dizer mais de 6 mil vezes por dia que você não é capaz ou que merece ficar sozinha para sempre. Já deu para ter ideia do resultado, certo?

Então, comece a se perguntar: esse tipo de pensamento está me ajudando a melhorar ou apenas me deixando mais triste? 

Bem, eu tenho certeza que essas 5 dicas vão te ajudar a dar o primeiro passo para você reconstruir a sua vida! Mas saiba que a jornada não precisa ser solitária. 

No curso digital “Separei, e agora?”, eu vou compartilhar as principais ferramentas para você encontrar de uma vez por todas a felicidade interna. Clique aqui para saber mais.

Uma resposta para “ Como recuperar a autoestima após a separação? 5 dicas”

  1. Laura disse:

    Ola , minha história é beem complicada.
    Conheci meu ex num intercambio e tinha acabado de terminar um namoro longo a distancia, ficamos mas eu ainda estava me recuperando, ele se apaixonou e depois de um tempo começamos a ficar, era tudo ótimo mas ele ja se declarava e esperava o mesmo de mim, mas eu nao tava pronta. Voltei pro Brasil e ele continou la mais um tempo, continuamos juntos mas eu acabei terminando porque fiquei confusa, continuamos conversando e quando ele voltou nos encontramos e voltamos, mas moravamos em estados diferentes, e ele tinha dado umas mancadas, eu quis ir devagar por medo de ter um namoro a distancia e só nos vermos uma vez por mês, mas continuamos juntos, e eu fui gostando mais e mais dele, estava querendo namorar, mas ele mudou e eu descobri que ele tinha conhecido uma garota e tava super de papo com ela e disse pra minha amiga que tava cansado de ser meu “cachorrinho” entre outras coisas, fui conversar com ele e ele colocou a culpa em mim, não quis que eu figasse pra ele, brigamos e acabei terminando, ele disse que desiti fácil, mas ele nem tentou se explicar ou conversar comigo. Eu sofri muito porque eu ainda gostava muito dele, Me afastei dele, conversavamos pouco e tentei seguir em frente, mas não consegui, dois meses depois nos reencontramos e ficamos, mas ele tava totalmente diferente, e eu apaixonada quis conversar, queria namorar, mas agora ele queria ir devagar, disse que o sentimento dele mudou, que viu que existia vida lá fora e que eu me afastar dele fez com que eu deixasse de ser importante. Ficamos nessa por um tempo, e eu sofria com isso, até que ele me contou que ia morar no Canadá mas que queria ficar comigo até ir embora, me disse 3 meses antes. Mas em momento algum disse que queria que eu fosse por ele e quando eu falei ele disse que queria que fosse por mim, não nada forçado. E ele acabou me convencendo , mas nesse tempo nos vimos pouco e ele continuou saindo e parecia curtir a vida, e eu sofrendo, não me sentia mais segura nem com o que ele sentia nem com fidelidade e com o prazo de validade que tínhamos. Descobri que ele tava de papo com outra querendo sair com ela mas ela não quis, e ele contou que eles tinham ficado quando tava sozinho. Eu me tornei muito ciumenta e ficava cobrando atenção e ele também me cobrava das coisas. Ai ele veio me dizer que queria continuar comigo, mas não namorar, queria um relacionamento leve, sem rotulos e cobranças pra ir acontecendo. Ficamos assim, mas eu queria mais dele e ele de mim. Depois de uma semana que ele tava lá brigamos por besteira, uma semana depois ele terminou comigo por mensaem dizendo que não me amava o suficiente para ter um namoro a distancia e que a unica saida que via era proximidade fisica, o que não ia acontecer tão cedo, que não conseguia ser o mesmo de antes e eu ia sempre esperar isso dele, que não queria me ver duas vezes no ano e ficar brigando o resto do tempo. To sofrendo demais, por mais que eu deveria estar mais preparada pra isso com tudo, ainda gosto dele. E parace que é como ele disse algumas vezes antes, quer deixar as coisas acontecerem, não quer compromisso agora, mas ainda quer me reecontrar, e não tem pressa disso. Ele quer ser meu amigo, mas eu não sei como agir, tenho medo de me afastar e acontecer de novo a mesma coisa. Preciso seguir em frente mas ta dificil esquecer ele e aceitar que ele me esqueceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para Qual e-mail Devo enviar o link para a série de 03 vídeos gratuitos?

Seus dados estão 100% seguros