#6 lições para você sair do aperto financeiro após a separação - Lisandra Zanuto

#6 lições para você sair do aperto financeiro após a separação

#6 lições para você sair do aperto financeiro após a separação

É difícil imaginar uma situação financeira equilibrada para alguém que esteja passando por um processo de separação. Independente do motivo ou em quais circunstâncias o relacionamento tenha chegado ao fim, a renda e os bens do casal podem sofrer uma perda significativa ou até mesmo chegar a destruição.

Neste momento, bens serão divididos, sem acordo entre os lados, parte do patrimônio será diluído com os custos dos procedimentos jurídicos e honorários dos advogados, sem contar as demais despesas que serão gastas em prol do divórcio.

Além da perda e do coração dilacerado, você descobre que será necessário encarar as incertezas de uma vida sozinha, contando apenas com uma pensão alimentícia ou até mesmo nada.

Depois que o ex saiu de casa, você percebe que o seu padrão de vida já não é mais o mesmo. O fantasma do desemprego começa a bater à porta de alguém que em tempos de fartura nunca precisou trabalhar.

Talvez neste momento, você não saiba o que fazer, talvez esteja assustada com quantidade de problemas para resolver, ou se sentindo humilhada por depender da ajuda de outras pessoas para atravessar essa terrível tempestade que a sua vida se tornou.

Talvez você esteja morando de favor e há dias esteja sem dormir pensando em como terá forças para criar seus filhos, se perguntando infinita vezes o que fez pra merecer tudo isso. Tem uma frase do Emily Dickinson que diz o seguinte: “Uma separação é tudo que o precisamos para conhecer o inferno”.

Eu sei bem como é sair do paraíso e ir direto ao inferno. É como viver em castelo rodeado de todas as maravilhas do mundo e em um passe de mágica o cenário mudar para um deserto sombrio e assustador. É uma mudança brusca e repleta de sensações indigeríveis. A sensação é de ter recebido um soco no estômago.

Lembro que na minha jornada após a separação, a insegurança e o medo de encarar todas essas questões me atormentavam. Me cercavam. Eu lembro de olhar pro Enzo e me perguntar: como é que eu vou sair dessa? Mas ao mesmo tempo percebia o quanto precisava ser forte para encarar todos os problemas que vinham no combo do divórcio.

Lembro também da sensação de fracasso quando tive que voltar pra casa da minha mãe com um filho de um ano embaixo do braço e oito malas. Era tudo que eu tinha, um filho e oito malas. Não era férias e muito menos uma visita, tinha voltado para ficar. Imaginava o que minha família pensava naquele momento, qual era julgamento deles naquela situação, tinha medo ser mais um peso financeiro e psicológico pra todo mundo.

Depois de relembrar todas as preocupações que mais me tiravam o sono, principalmente as financeiras, resolvi selecionar 6 lições que certamente te ajudarão sair do aperto financeiro.

1 – Busque Independência

Se você ainda é casada e não tomou a decisão de pedir o divórcio nesse primeiro momento, então chegou a hora de focar a sua energia na sua independência financeira. Esse é um passo importante se você sabe que o seu casamento está com os dias contados.

Talvez com a crise econômica no país, arrumar um emprego seja uma tarefa difícil nesse momento, por isso não procure empregos e sim trabalhos, freelancers, faça cursos gratuitos na internet ou pessoalmente, busque desenvolver um negócio para aproveitar suas habilidades. Use sua criatividade pra criar oportunidades e não espere cair do céu.

2- Mantenha boas relações com seu ex

Evite acionar advogados para resolver a partilha de bens. Encargos jurídicos e despesas com advogados só torna o processo de separação ainda mais penoso, demorado e caro. Jogue as cartas na mesa e resolva sua separação da maneira mais racional junto ao seu ex. Se isso for possível, é claro.

3- Seja positiva

Depois do mundo ter desabado nas suas costas, a sensação que você tem é que nunca mais vai voltar a sorrir, parece que todos ao seu redor te aconselham a mesma coisa, e, para você: pensamentos positivos não serão suficientes para pagar suas contas. Lembre-se: você tem todo o direito de sentir a dor da separação, mas você não pode se lamentar a vida toda por isso. Reaja!

4- Não deixe sua situação financeira te consumir

A melhor maneira de não enlouquecer quando tudo parece perdido é respirar. Isso mesmo! Respire, alongue o seu corpo, procure caminhar no bairro onde você mora. Medite. Depois de você exercitar seu corpo sua mente terá mais clareza e tranquilidade para resolver problemas.

5- Aceite ajuda – deixe o seu orgulho de lado!

Uma separação não envolve apenas o homem, mulher e filhos, vai muito além disso. Ela se estende a família do ex, a sua família, aos seus amigos e aos amigos comuns do seu ex. Nesse processo é comum que essas pessoas queiram ajudar de alguma forma. Aceite-as. Deixe o seu orgulho de lado! Ouça o que elas têm a te dizer! Necessidade não é motivo de vergonha. Necessidade é só, necessidade.

6- Escreva, desabafe, mas não envie.

Escreva um e-mail que nunca será enviado. Nele, descreva tudo o que você está vivendo agora, descreva todos os sentimentos que começou a ter desde a sua separação, todas as mudanças financeiras e quem te ajudou no momento em que mais precisava. Escreva como se tivesse que enviar para o seu ex, em seguida, guarde em um dos seus arquivos. Depois de um ano, leia novamente e análise quais foram as mudanças que aconteceram nesse período.

E o mais importante de tudo. Lembre-se: isso é apenas um momento, e também vai passar.:-)

Se você gostou deste artigo e busca mais conhecimento para superar essa fase, baixe o e-book gratuito: “Os 5 primeiros passos pra você reconstruir a sua vida após a separação”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para Qual e-mail Devo enviar o link para a série de 03 vídeos gratuitos?

Seus dados estão 100% seguros